Sexta-feira, 6 de Novembro de 2009

Turismo internacional está em recuperação

 

Real Baixar Imprimir Compartilhar

Relatório da OMT revela que a crise econômica global associada a temores sobre o vírus A (H1N1)colaboraram para desempenho ruim do começo do ano; a previsão é de queda de 5% nas viagens internacionais em 2009.

Foto: OMM

Foto: OMM

Daniela Traldi, da Rádio ONU, em Nova York.

 

O turismo internacional está retomando o fôlego, de acordo com relatório da Organização Mundial do Turismo divulgado nesta sexta-feira.

A OMT aponta que o declínio nas viagens em todo o mundo tem sido menor nos últimos meses.

Dados

A agência da ONU revela que as chegadas internacionais caíram 7% entre janeiro e agosto mas que o meses de julho e agosto sozinhos registraram queda de apenas 3%.

De acordo com a OMT esses dados apontam tendência de recuperação, junto com índices sobre a confiança no setor coletados com mais de 300 especialistas, cujas perspectivas negativas diminuíram nos últimos 4 meses.

Apesar do cenário otimista, os ganhos do mercado de turismo foram os que mais sofreram, com queda de cerca de 10% nas receitas dos primeiros seis meses de 2009.

Segundo a Organização Mundial do Turismo a crise econômica global associada a temores sobre o vírus A (H1N1) colaboraram para o desempenho ruim do começo do ano.

 

América do Sul

Os piores resultados ocorreram na Europa e no Oriente Médio, com queda de 8% nas chegadas internacionais de janeiro a agosto. O melhor quadro ficou com a América do Sul, com declínio de 1%.

A vice-secretária-geral da OMT, Sandra Carvão, disse à Rádio ONU, de Madri, que a região conseguiu sobreviver graças à rápida reação em relação a crise econômica, principalmente em países como o Brasil.

"Até o momento os dados que nós temos indicam que a América do Sul tem tido um comportamento bastante positivo. Aliás, não é desse ano, é um comportamento que esses destinos vem tendo nos últimos anos, como a Argentina e o Brasil, que tem estado bastante desenvolvidos", afirmou.

Sandra Carvão revela que os impactos da gripe A (H1N1) ainda serão sentidos na América do Sul.

Em todo o mundo, a Organização Mundial do Turismo prevê queda de 5% nas viagens internacionais em 2009.

 

publicado por ecotv às 16:26

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Navi Pillay faz primeira visita ao Brasil

 

Real Baixar Imprimir Compartilhar


A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, passará pela Bahia, Rio deJaneiro e Distrito Federal; objetivo da viagem é reforçar a cooperação entre o governo brasileiro e as Nações Unidas.

 

 

 

 
Navi Pillay

Navi Pillay

Pollyana de Moraes, da Rádio ONU em Nova York.

A alta comissária das Nações Unidas para Direitos Humanos, Navi Pillay, chega ao Brasil no próximo sábado para sua primeira visita oficial ao país.

 

O roteiro da viagem inclui passagens pela Bahia, pelo Rio de Janeiro e pelo Distrito Federal, onde Pillay abre a Conferência dos Defensores dos Direitos Humanos do Brasil.

Cooperação

O objetivo da visita é reforçar a cooperação entre o país e a ONU na garantia dos direitos básicos da humanidade.

O diretor do Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil, Unic-Rio, Giancarlo Summa, disse à Rádio ONU, que a visita vai representar um passo importante para a busca de soluções aos desafios dos direitos humanos no país.

"Ela vai assinar um acordo de cooperação entre o Governo brasileiro e o Escritório do Alto Comissariado da ONU para Direitos Humanos, que vai criar um marco oficial de cooperação e também um acordo que vai incluir, não somente o Brasil, mas também alguns outros países que precisarem de ajuda para aumentar a proteção aos direitos humanos", afirmou

Comunidades

Em sua viagem, a alta comissária da ONU visitará também comunidades pobres das capitais Salvador e Rio de Janeiro.

Em ambas as cidades e em Brasília, ela se reunirá com políticos locais e com representantes de organizações civis.

A visita de Navi Pillay ao país termina no dia 13 de novembro.

publicado por ecotv às 18:16

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Música de John Lennon dá uma chance a paz

 

Real Baixar Imprimir Compartilhar

Canção de ex-integrante dos Beatles vai ajudar a angariar fundos para órgão das Nações Unidas; versão digital comemora os 40 anos de uma das gravações mais famosas do artista britânico.

Fundos para ONU

Fundos para ONU

Carlos Araújo, da Rádio ONU em Nova York*.

 

Fundos angariados pela venda na internet, até o fim do ano, da célebre canção de John Lennon, "Dê uma Chance à Paz", serão revertidos em benefício da Comissão de Consolidação da Paz das Nações Unidas

O anúncio foi feito nesta terça-feira na sede da ONU, em Nova York, pelo presidente do órgão, o embaixador do Chile, Heraldo Munoz.

Versão

Uma versão digitalizada da canção, lançada para comemorar o 40º aniversário da gravação original do músico do grupo "The Beatles", poderá ser baixada no programa Itunes.

Durante conferência de imprensa, Munoz pediu a outros filantropistas para seguirem o exemplo da viúva de Lennon, Yoko Ono, e ajudarem a mobilizar recursos para financiar as atividades da Comissão de Consolidação da Paz das Nações Unidas.

Ele revelou que o órgão já angariou cerca de US$ 315 milhões através de contribuições voluntárias.

Paz sustentável

A Comissão tem por objetivo ajudar países que emergem de conflitos a criarem uma paz sustentável para não voltarem a cair na guerra e no caos.

Desde a sua criação, em 2005, o órgão vem trabalhando essencialmente com quatro países africanos: Guiné-Bissau, Serra Leoa, República Centro-Africana e Burundi. Ela financiou também projetos em 14 outras nações, incluindo o Haiti, Nepal e a Côte d'Ivoire.

*Apresentação: Daniela Traldi, da Rádio ONU, em Nova York.

publicado por ecotv às 12:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 3 de Novembro de 2009

Países devem prestar contas sobre mudança climática

 

Real Baixar Imprimir Compartilhar

Rodada de debates na Espanha segue até sexta-feira como preparação para a Conferência da ONU sobre o tema, que acontece na Dinamarca, entre os dias 7 e 18 de dezembro.

Yvo de Boer

Yvo de Boer

Pollyana de Moraes, da Rádio ONU em Nova York.

A última rodada de negociações antes da Conferência da ONU sobre Mudança Climática começou nesta segunda-feira, em Barcelona, na Espanha.

Mais de 4 mil representantes de 181 países participam do encontro. O objetivo é alertar sobre a urgência da assinatura de um novo acordo sobre o clima, já que o Protocolo de Kyoto expira em 2012.

Aquecimento Global

A Convenção das Nações Unidas sobre Mudança Climática, que organiza os debates, afirma que, para se evitar o avanço do aquecimento global, é preciso reduzir em pelo menos 50% as emissões de carbono do mundo nos próximos 40 anos.

De acordo com o secretário-executivo do órgão, Yvo de Boer, todos os países devem prestar contas sobre o que estão fazendo para deter as consequências da mudança climática em seus territórios.

Na abertura do encontro, De Boer afirmou que as nações mais ricas devem assumir o compromisso de reduzir as emissões de carbono em médio prazo e que as economias emergentes também devem limitar o avanço do problema com o apoio dos países desenvolvidos.

Ele defendeu ainda a criação de uma governança global capaz de gerenciar os recursos necessários para adequação às expectativas ambientais, levando em conta as diferenças econômicas e sociais dos países.

Negociações Prévias

A rodada de Barcelona segue até sexta-feira como preparação para a Conferência da ONU, que acontece em Copenhague, na Dinamarca, entre os dias 7 e 18 de dezembro.

Ao longo de todo o ano, cidades como Bangkok e Nova York sediaram negociações prévias para discutir as expectativas globais sobre o novo pacto climático que deve ser assinado durante a Conferência.

publicado por ecotv às 10:47

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Antártica: avanço da vege...

. País produz 1o. modelo de...

. Capivari de Baixo, mobili...

. Tubarão subscreve ação co...

. Movimento pela vida, não ...

. A voz dos jovens

. A BP usou dispersante tóx...

. Instituto ambiental fede...

. Sea Shepherd questiona d...

. Belo Monte: Pandora é aq...

.arquivos

. Fevereiro 2013

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Aquecedor solar de garraf...

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds